01/06/17

Europa avança com Corpo de Solidariedade

Comissão Europeia pediu um orçamento de 341 milhões de euros para financiar o projeto, que prevê a criação de 100 mil vagas para jovens que pretendam desenvolver iniciativas de voluntariado



Ver mais aqui.

17/05/17

Colónia Balnear da Cáritas dá férias a quem não teria férias - VOLUNTÁRIOS


A Cáritas Diocesana de Leiria-Fátima vai realizar a sua habitual colónia de férias infantis e juvenis, na casa da Praia do Pedrógão, entre 17 de julho e 2 de setembro deste ano.
Será dividida em dois turnos infantis (6 aos 10 anos) e um turno pré-juvenil (11 aos 13 anos), com a duração de 10 dias, e ainda um turno juvenil (14 aos 16 anos), de apenas 6 dias.
Esta oferta é direcionada a crianças e adolescentes da Diocese, preferencialmente os mais carenciados economicamente. No entanto, tendo em conta as vantagens da convivência entre crianças de condição social ou económica diferenciada, outras crianças e adolescentes poderão inscrever-se, havendo posteriormente a avaliação da possibilidade de participação. As inscrições terminam a 15 de maio e devem ser feitas através dos párocos ou pastoral social das paróquias.


Monitores voluntários
Para animar e orientar os vários turnos, a Cáritas de Leiria-Fátima tem um grupo regular de voluntários, que procura reforçar e renovar anualmente. Assim, os jovens entre os 18 e os 30 anos de idade que queiram fazer esta experiência de voluntariado deverão inscrever-se. “Estamos a precisar de ti e, com todas as certezas, poderás fazer toda a diferença na vida de muitas crianças e adolescentes e com isso seres o herói ou a heroína deles”, refere o sítio da Colónia .
Daqui.

13/05/17

Precisam-se de voluntários



ADAV-Leiria precisa de voluntários para:

1) Feira de Maio;

2) Formação no dia 27 de maio (sábado); inicia às 8h00m e termina às 13h00m.

08/05/17

Workshop/Formação – O COMPORTAMENTO HUMANO FACE AO SOFRIMENTO E À MORTE

Workshop / Formação:

27 de maio de 2017 (sábado)

9h30m-12h30m
(Com Intervalo)

O COMPORTAMENTO HUMANO
FACE AO SOFRIMENTO E À MORTE

Intervenções:

psicologia – Dr.ª Marta Faustino
medicina – Dr.ª Sofia Reimão
direito – Dr. Pedro Vaz Patto

Auditório do Centro Associativo Municipal de Leiria

(Mercado Municipal, 1.º andar, por cima dos talhos)


Fazer inscrição on-line aqui.

Será só um tabu, um mistério, uma inevitabilidade? A morte espera-nos, mas sobre ela pomos muitas questões:

Psicologia
– O que é morrer? Podemos dar um sentido à morte?
– O que é o luto e quais os seus estádios?
– Como comunicar a morte em diferentes contextos? (Um enfermeiro, um professor – como deve comunicar a morte de um paciente ou de uma criança?)

Medicina
– O que são os cuidados continuados e paliativos?
– O que é a eutanásia? E a distanásia?
– Como deve um profissional da saúde encarar o pedido da morte por parte de um paciente?

Direito
– O que é o testamento vital?
– Que implicações jurídicas pode ter uma lei sobre a eutanásia e o suicídio assistido?

 

“A morte é, muito provavelmente, a melhor invenção da vida.”

Steve Jobs

Conteúdos do/a workshop/Formação:
  • A morte e o sentido para a vida.
  • Psicologia do luto: vinculação e perda.
  • Comunicar a morte.
  • Cuidados continuados e paliativos.
  • Eutanásia e suicídio assistido.
  • Testamento vital.
  • Morte e questões jurídicas.
Esclarecimento de dúvidas.

- Workshop/Formação Gratuito/a – Com inscrição até 22 de maio.

. Inscrição fora de prazo:
- Inscrição depois de 22 de maio: 7€.
- Inscrição no próprio dia: 10€.
- Material da formação (opcional, mas recomendável): 3€
- Certificado: 2€
- Pagamento (no ato da inscrição):

IBAN: PT50 0033 0000 4533 6761 3250 5 
BIC: BCOMPTPL
NIB: 0033 0000 45 33 67 61 325 05 (Millennium BCP)

Inscrições através do mail adav.leiria.formar@gmail.com (preencher fica de inscrição) ou
do telemóvel 963 051 000

INSCRIÇÕES LIMITADAS À CAPACIDADE DO AUDITÓRIO

19/04/17

ATIVIDADE DE VOLUNTARIADO A NÃO PERDER - RECLUSOS

- Visita e Eucaristia com os Reclusos da Prisão Alcoentre (*)
Via Lucis com as Famílias de Alcoentre, S. Pedro e Manique

Início: 6.ªf | 28 Abril, pelas 18horas
Fim: Domingo | 30 Abril, pelas 18horas 

(*) a visita e Missa na Prisão requerem o envio da cópia do CC por email até dia 2 de Abril e está sujeito a confirmação pela Direção do Estabelecimento Prisional.

Acantonamento nos Bombeiros de Alcoentre
Para maiores de 18 anos
15 Páscoas | estudantes e desempregados
25 Páscoas | profissionais
Inclui seguro de acidentes pessoais (o preço nunca é impedimento)

Parcerias:
Paróquias de Alcoentre
Capelania do Estabelecimento Prisional
Bombeiros Voluntários de Alcoentre

Cristina
968574005
ficha de inscrição: clicar aqui

Casal de leigos dedica três anos às missões

Voluntários vão frequentar uma ação de formação para estudo da língua portuguesa e só depois partem para Nova Mambone, onde está previsto ficarem pelo menos três anos


Daqui.

16/03/17

VOLUNTARIADO DE PÁSCOA: VOLUNTARIADO COM RECLUSOS



- Visita e Eucaristia com os Reclusos da Prisão Alcoentre (*)
Via Lucis com as Famílias de Alcoentre, S. Pedro e Manique

Início: 6.ªf | 28 Abril, pelas 18horas
Fim: Domingo | 30 Abril, pelas 18horas 

(*) a visita e Missa na Prisão requerem o envio da cópia do CC por email até dia 2 de Abril e está sujeito a confirmação pela Direção do Estabelecimento Prisional.

Acantonamento nos Bombeiros de Alcoentre
Para maiores de 18 anos
15 Páscoas | estudantes e desempregados
25 Páscoas | profissionais
Inclui seguro de acidentes pessoais (o preço nunca é impedimento)

Parcerias:
Paróquias de Alcoentre
Capelania do Estabelecimento Prisional
Bombeiros Voluntários de Alcoentre

Cristina
968574005
ficha de inscrição: clicar aqui

14/02/17

Inscrição de Voluntário para a IX Jornada de Recolha de Medicamentos - 18 de Fevereiro 2017

Inscrição de Voluntário

Faça já a sua inscrição!

Se deseja inscrever um grupo de voluntariado, junte pelo menos 10 amigos ou colegas de trabalho e entre em contacto connosco (Tel: 918331144).
É uma experiência ainda mais enriquecedora fazer voluntariado na companhia dos amigos.
Ver mais aqui e aqui.

09/02/17

Voluntárias contam experiências missionárias

Estiveram em missão na Costa de Marfim, Moçambique e São Tomé e Príncipe. Agora vão estar no Consolata Museu para contarem como foi o contacto com com mais pobres, as dificuldades sentidas e os momentos felizes que viveram



Quatro missionárias vão revelar as suas «experiências pessoais sobre a missão, as realidades encontradas, as dificuldades, os resultados e as suas perspetivas sobre o que deve ser a missão hoje», no próximo dia 15 de fevereiro, a partir das 21h00, no Consolata Museu, em Fátima.

Ao longo da noite, os visitantes poderão escutar a médica Maria João Lopes, que passou pela Costa de Marfim e que agora se prepara para partir em missão para a Guiné-Bissau, mas também a educadora de infância Joana Peixoto, que esteve a fazer voluntariado em Moçambique. A estas voluntárias dos Missionários da Consolata juntam-se Helena Reis e Ana Aleixo, ambas professoras do Centro de Estudos de Fátima (CEF), que estiveram em São Tomé e Príncipe, através das Missões Claretianas.

Estes testemunhos serão dados «na terceira sala da exposição permanente do museu, dedicada exclusivamente ao mundo missionário e ao caminho do Evangelho através dos cinco continentes», informam os responsáveis pelo espaço museológico dos Missionários da Consolata, em comunicado.

O relato das histórias de missão terá início após a «degustação de chá e biscoitos», uma característica da iniciativa em que esta atividade de insere – o «Chá com Arte». O evento é organizado pelos responsáveis do Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia e pela sua liga de amigos. Esta edição vai decorrer sob o tema «Voluntariado Missionário».

Daqui.

27/01/17

Voluntariado: Confederação portuguesa e Governo em sintonia pela revisão da lei

Voluntariado: Envio de leiga missionária para Angola


Na paróquia de Santa Catarina, Caldas da Rainha (Lisboa), vai realizar-se, este sábado, o envio missionário de Susana Querido, membro do grupo missionário Ondjoyetu da Diocese de Leiria-Fátima, para Angola.
A leiga missionária que tem 33 anos e é professora de Educação Moral e Religiosa Católica parte, dia 07 de fevereiro, para Sumbe, (Angola) volvidos cerca de 13 anos, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.
Em 2004, Susana Querido fez parte do projeto ASA (Ação Solidária com Angola), que decorreu de 2000 a 2006 e se concretizou na geminação das dioceses de Leiria-Fátima e do Sumbe, refere.
Caldas da Rainha, 25 jan 2017 (Ecclesia) 
Daqui.

24/01/17

Leigos para o Desenvolvimento necessitam de voluntários






O Centro S. Pedro Claver é um projeto dos Leigos para o Desenvolvimento em Portugal, que desde 1993 apoia, em regime de explicações, estudantes estrangeiros residentes na área da Grande Lisboa, no sentido de facilitar a sua integração como alunos ou como trabalhadores em Portugal. 

Em 2017, o Centro está à procura de pessoas que tenham gosto e disponibilidade para ensinar e que possam dar pelo menos 1h do seu tempo a lecionar disciplinas de Matemática, Físico-Química e Português, a alunos do 3º ciclo e secundário. 

Mais informações: 217579616, 934706732 ou cspedroclaver@leigos.org.

10/01/17

Serve the city


www.servethecity.pt

Participamos na construção de pontes entre pessoas, instituições e territórios, através de acções de voluntariado, de forma a tornarmos a Cidade mais justa, fraterna e solidária. 

Temos projectos nossos (sempre com parceiros), projectos conjuntos, e projectos de parceiros para os quais contribuímos com voluntários que levam o espírito do serviço à Cidade, do encontro e da mudança. 

Vamos ao encontro de pessoas socialmente fragilizadas, actuando nas temáticas da exclusão, da pessoa sem-abrigo, da pessoa idosa isolada, das crianças e jovens em situações de maior vulnerabilidade, da pessoa imigrante ou refugiada, etc.
 

08/01/17

Formação Voluntários em Saúde


CURSO EM REGIME ELEARNING
«FORMAÇÃO DE VOLUNTÁRIOS EM SAÚDE»


  
PRAZOS DE CANDIDATURA: de 1 de dezembro 2016 a 15 de janeiro 2017  
Para saber mais consulte o documento essencial «Identidade do Curso» - AQUI     
Boletim de Inscrição:  AQUI
Informações:
GABINETE DE APOIO À FORMAÇÃO AVANÇADA (GAFA)
Marta Salvador
Tel
. 21 721 41 54 / 21 721 40 00

Horário de atendimento:2ªs. a 6ªs. Feiras: 09H00 - 18H00;  
Endereço electrónico: gafa@ft.lisboa.ucp.pt

SESSÃO PRESENCIAL DE ABERTURA
20 DE JANEIRO | SALA 311| 18H30 - 20H00   

22/12/16

Aarhus distinguida como Capital Europeia do Voluntariado 2018


O júri da competição Capital Europeia do Voluntariado, implementada pelo Centro Europeu de Voluntariado (CEV) desde 2014, selecionou a cidade de Aarhus, na Dinamarca, comoCapital Europeia do Voluntariado 2018. O anúncio da cidade vencedora foi feito durante as celebrações do Dia Internacional dos Voluntários, a 5 de dezembro último, em Londres, no âmbito da conferência internacional que encerrou as iniciativas realizadas no quadro da mesma distinção da qual Londres foi alvo durante 2016. Em 2017, a Capital Europeia do Voluntariadoserá Sligo, na Irlanda, cujo centro de voluntariado celebra o seu 10º aniversário. Nesta cidade o valor económico do voluntariado, como cofinanciamento, é reconhecido e são recolhidos sistematicamente dados relativos à prática do voluntariado, os quais servem de base à elaboração de políticas públicas locais. No que se refere a Aarhus, a cidade tem uma "Estratégia de Cidadania Ativa", a qual envolve a implementação de mecanismos de financiamento para organizações promotoras de voluntariado e medidas de medição do impacto do voluntariado para a elaboração de políticas públicas adequadas para o setor. Mais informações, aqui.

20/12/16

Grupo de mulheres quer provar que é possível ter um Banco do Tempo em Vila Franca de Xira



Um grupo de seis mulheres, residentes na região, decidiu avançar com a criação de um Banco do Tempo em Vila Franca de Xira e estão determinadas em provar que é possível ter uma destas estruturas a funcionar no concelho.

A ideia do projecto é operar como um banco, com a diferença de que o único bem transaccionado é o tempo. Há cheques onde os interessados podem dar e receber até 20 horas de ajudas em diversas áreas, seja a passar a roupa, dar explicações a jovens alunos, ir com idosos ao médico ou até lavar o carro. Tudo à borla, apenas movido com o espírito de dar e receber sem pedir nada em troca.

Ler mais aqui.

Têm mais de 55 anos, estão reformados, mas têm demasiada vida e habilitações para pararem. Histórias de quem aproveita a velhice para fazer voluntariado em África.

Ler mais aqui.

29/10/16

Voluntariado: Pastoral Universitária de Braga apresenta projetos para novo ano letivo


Propostas contemplam o apoio a criança com dificuldades educativas e mulheres com deficiência mental

“A Pastoral Universitária convida os universitários e pós-universitários a participarem nas ações de voluntariado, com um apelo ao sentimento de solidariedade de cada estudante, bem como ao seu compromisso para com o melhoramento da sociedade em que se inserem”

Sobre os projetos, será apresentado o programa “Mais Horizonte”, desenvolvido a partir de “uma parceria com a Escola Básica de Gualtar” e que pretende contribuir para alargar os horizontes de “crianças com dificuldade de aprendizagem e insucesso escolar”.
Destaque ainda para um outro novo projeto, desta vez ligado ao “apoio e acompanhamento de mulheres portadoras de doença mental”, na Casa de Saúde do Bom Jesus.
O terceiro projeto é o programa “Semente”, este a nível internacional e que vai na sua quarta edição. Aqui o que se pede é um voluntariado “de curta duração, em países em vias de desenvolvimento e com expressão portuguesa”.
A Pastoral Universitária de Braga espera que esta iniciativa contribua para dar aos voluntários envolvidos “vivências humanas e sociais” que lhes permitam “confrontar-se com a sua condição de vida, a sua responsabilidade junto dos mais desfavorecidos e a sua consciência cristã”.
As inscrições para os dois primeiros projetos já estão abertas na respetiva página da organização.
Daqui.